Televendas:

0800 703 0 704

Húmus produzido por minhocas aumenta produtividade de lavouras


Pesquisa da Embrapa que indica produção de solução nutritiva é publicada em revista científica internacional

Recentemente, a revista científica americana Nature, uma das mais conceituadas do mundo, publicou um estudo feito pela Embrapa, que aponta que a presença da minhoca no solo aumenta a produtividade agrícola. No Distrito Federal, uma técnica com a base no excremento do animal associado ao material orgânico, tem chamado atenção dos produtores.

A técnica, desenvolvida há 10 anos pela Embrapa Hortaliças, é simples. Segundo o pesquisador responsável, basta colocar as minhocas em uma caixa escura e adicionar, aos poucos, uma mistura composta de restos de frutas, verduras, ou legumes, e materiais secos, como a palha. Depois de 45 dias, a minhoca terá produzido o húmus, que ao ser adicionado à água, na proporção de 1 quilo para 10 litros, dá origem a uma solução nutritiva, que pode ser usada na irrigação ou direto no solo.

– A gente recebe visitas tanto de agricultores, como de produtores de húmus, interessados em estudar mais, e isso é muito bom. O custo varia um pouco, como o produtor ter a matéria-prima, que, na verdade, não é muito difícil – diz o pesquisador Daniel Zandonadi.

De acordo com ele, a solução, além de melhorar as condições do solo, tem aumentado a produtividade das lavouras de hortaliças no DF.

– Esse húmus líquido tem mostrado aumento de produção. A gente já fez trabalho no tomateiro e com alface, e também alcançamos cerca de 20%. Ele fornece nutrientes para as plantas, melhora a qualidade do solo, a qualidade física do solo. E, aqui na Embrapa, especificamente, a gente tem demonstrado que além dos nutrientes, a solução nutritiva de húmus de minhoca é promotora de moléculas de crescimento, e isso é um diferencial – destaca Zandonadi.

Esses resultados têm sido observados em várias propriedades. Há seis anos, o produtor Carlos Castro prepara o húmus da minhoca e coloca a solução na lavoura suspensa de morango. Nesse período, a produtividade cresceu em media 50%.

– Os resultados, dão pra ver aqui, as plantas verdinhas… E eu consigo produzir 12 vezes por ano. A gente está com uma produção no terceiro ano com a mesma planta, com o húmus eu consigo refazer essa produção continuar. A produtividade, sem dúvida, é muito melhor, no mínimo 40%, 50%, com relação à produção que eu fazia no campo em túneis – afirma Castro.

O negocio deu tão certo, que o produtor decidiu construir minhocários para ampliar a produção de húmus.

– Nós pegamos restos do Ceasa de outros lugares, damos pra minhoca, e a minhoca, em 45 dias, está com o húmus pronto para usar. Um dos benefícios é que, além de evitar o uso de agroquímicos comuns no mercado, qualquer pessoa, em qualquer lugar usa e é fácil de produzir – indica Castro.

Fonte: http://agricultura.ruralbr.com.br/noticia/2014  – Andrea Parise | Recanto das Emas (DF)

Contato

0800 703 0 704
(31) 3577 0300

De segunda a sexta:
8:00 as 12:00 e
13:00 as 18:00 horas.

Estrada do Engenho Seco, 200 -
Bairro Santa Rosa -
Cep 32450-000 - Sarzedo - MG - Brasil

2014 - Lonax - Todos os direitos reservados Galpão 33